MESTRE BIMBA - MANUEL DOS REIS MACHADO

CAPOEIRA REGIONAL BAIANA

O CRIADOR - A OBRA - O LEGADO

Ler mais...
MESTRE BIMBA

MESTRE BIMBA

Manoel dos Reis Machado o famoso Mestre Bimba filho de Luis Cândido Machado (Batuqueiro) e D. Maria Martinha do Bomfim, nasceu aos 23 de novembro de 1899 no bairro do Engelho Velho na Freguesia de Brotas em Salvador, Bahia, Brasil. Foi trapicheiro, carpinteiro, estivador, violeiro mas acima de tudo capoeirista. Iniciou-se na pratica da capoeiragem (Primitiva) aos 12 anos na Estradas das Boiadas, hoje Bairro da Liberdade em Salvador, pelas mãos de Nôzinho Bento o Mestre Bentinho. Em 1918 começa a ensinar e da inicio a criação da sua Capoeira Regional Baiana. No ano de 1932 fundou a 1ª Academia especializada na Rua do Bângala (Campo da Pólvora) e em 9 de junho de 1937 oficializou a criação do Centro de Cultura Física Regional da Bahia. Levou sua Luta Regional Baiana por todo Brasil, através de desafios contra outras modalidades e exibições da Luta regional Baiana, além de ter formado diversas turmas de alunos. Em 5 de fevereiro de 1974 veio a falecer na cidade de Goiânia no estado de Goiás vítima de derrame cerebral seguido de parada cardíaca (Banzo). A UFBA-Universidade Federal da Bahia outorgou a Manoel dos Reis Machado o Mestre Bimba o Titulo de Doutor Honoris Causa (post-mortem) no dia de 12 de junho de 1996. Salve Mestre Bimba, o criador da Regional! O Rei da Capoeiragem! 

OBRA

Da fusão da capoeiragem de outrora (Primitiva) com o Batuque (Samba-Luta),nasce a Luta Regional Baiana ou Capoeira Regional Baiana, uma criação do Mestre Bimba, Manoel dos Reis Machado, que com sua criatividade desenvolveu uma “Metodologia de Ensino” (Aulas em Recinto Fechado, Curso de Especialização, Lições, Nomenclatura, Classificação de Movimentos, Formas de Treinamneto, etc.), coisa que não existia pois a capoeira outrora era aprendida de “oitiva” (olhando). Instituiu uma forma de charanga (orquestra) e cancioneiro especifico (quadras e corridos), desenvolveu e preservou “Tradições”, criou e formalizou rituais (Entrar no Aço (batizado), Nome de Guerra, Cerimônia de Formatura, etc.). Em 1918 iniciou o ensino e criação da capoeira Regional Baiana e em 1928 o Mestre Bimba deixa o depoimento: “Em 1928, eu criei, completa, a regional, que é o Batuque misturado com a Angola, com mais golpes, uma verdadeira luta, boa para o físico e para a mente”. Sua obra ganhou o mundo e graças a sua Capoeira Regional Baiana a capoeiragem chegou a lugares antes imagináveis, segundo palavras do “Rei Bimba”; “Eu não fiz capoeira para mim, eu fiz capoeira para o mundo”!!!

LEGADO

O legado da Regional segue sendo transmitido através de gerações graças a “Turma de Bimba”, eles são os guardiões da Capoeira Regional Baiana. Os discípulos do Mestre Bimba são os principais difusores e divulgadores da capoeira Regional Baiana pelo mundo, através deles e de seus discípulos que a Regional segue ganhando o mundo. O Centro Cultural Capoeira Baiana-CCCB tem sua origem nos ensinamentos do Mestre Bimba que foram transmitidos através de gerações seguindo a linhagem do Sr. José Carlos Andrade Bittencourt o Mestre Vermelho 27, discípulo de “Seu Bimba”, da turma de 1953. Mestre Vermelho 27 foi o responsável por fazer com que a casa onde funcionou o antigo Centro de Cultura Física Regional-CCFR, a Academia do Mestre Bimba, siga ativa até hoje. Na casa onde o Mestre Bimba ensinou, hoje funciona a Associação de Capoeira Mestre Bimba-ACMB, tendo a frente o Sr Rubens Costa Silva, o Mestre Bamba, esse é o espaço fisico mais antigo do mundo onde se leciona Capoeira. A linhagem da Regional segue seu rumo, por isso levamos como lema do Centro Cultural Capoeira Baiana-CCCB o “Orgulho da Origem – Orgulho da Linhagem”.

GALERIA DE IMAGENS DO MESTRE